transformamos a vida de milhares de jovens através da educação.

Everton Sabú
Fundador

Junte-se a Nós nesta missão!

Não consegue tomar decisões difíceis? Faça esse teste!

Entenda o motivo que torna a tomada de decisões tão difícil.

Esse teste analisa sua intuição e seu subconsciente para chegar ao resultado que lhe ajudará a compreender suas dificuldades.

Olhe para a imagem e, baseado no primeiro item que você viu, leia o tópico correspondente.

 

 

A primeira coisa que você enxergar na imagem irá te explicar. Confira abaixo:
1 – A placa
Algumas decisões podem estar te deixando inseguro. Procure ajuda conversando com quem já passou por uma situação parecida e conseguiu superá-la. Não precisa seguir exatamente os mesmos passos que ela; use a oportunidade para aprender mais sobre a situação e como contorná-la. Fique à vontade para fazer o oposto que a pessoa fez, caso esteja seguro, pois você faz suas próprias escolhas. Independente do que escolher, tenha certeza de que a decisão serve um propósito maior.

2 – A estrada
Você almeja fazer o certo, mas o caminho atual parece não ser o que você escolheu. Tenha em mente que a vida está sempre mudando, então não pense que só porque está perdido agora você não encontrará seu destino.
Pode acontecer de você se sentir estagnado, então se você se sente parado e sem rumo, talvez seja melhor construir um novo caminho.

3 – A cobra
Você tem uma decisão muito importante para fazer, mas sabe que se a fizer pode acabar machucando a si mesmo ou alguém que ama. Pare e pense. Essa situação realmente apresenta uma ameaça, ou seus medos então lhe impedindo de assumir o controle da sua própria vida? Entenda que cobras não apresentam perigo se você souber onde se esconder ou como lidar com elas.

4 – O menino
Você gosta de controle, e está procurando um jeito de tomar as rédeas da situação que está passando atualmente. Mas cuidado! O controle é uma certeza ilusória, então nos cabe apenas saber como reagir às situações que estão além do nosso entendimento. Deixe que o tempo dê conta do que você não pode domar, e tudo se encaixará. Cada um vive no próprio ritmo, logo será sua hora de prosperar.

Gostou desse teste? Que tal saber se você tem perfil para ser empreendedor? Acompanhe nossas redes sociais no Facebook, Twitter e Instagram para mais matérias interessantes!

Qual é o valor do autoconhecimento no seu sucesso profissional?

Conhecer-se é uma habilidade fundamental para todos os aspectos da nossa vida. É possível usar o autoconhecimento para o sucesso profissional, afinal, ele é a chave para você saber o que quer e o que pode fazer para conquistar seus objetivos na carreira.

Um profissional que não se conhece o suficiente pode desperdiçar seus potenciais e perder boas oportunidades no mercado. A falta de autoconhecimento dificulta que você melhore seus pontos fracos e pode, inclusive, basear escolhas equivocadas — como ficar em um emprego que causa insatisfação profissional.

Quer saber como você pode se conhecer mais a aproveitar os benefícios dessa atitude na sua carreira? Veja nossas dicas!

Quais são os benefícios do autoconhecimento?

Conhecer seus pontos fortes

Uma pessoa que reconhece suas potencialidades tem mais segurança em entrevistas de emprego e na sua atuação profissional. Sabendo o que você faz bem, é possível destacar essas habilidades e conseguir mais valor no mercado de trabalho, conquistando boas vagas.

Aprimorar habilidades

Além de conhecer os pontos fortes, é preciso identificar também os aspectos que precisam ser melhorados. Perceber suas limitações no ambiente de trabalho é o primeiro passo para superá-las. Assim, você pode aproveitar os benefícios do autoconhecimento para o sucesso profissional.

Saber se comunicar melhor

A habilidade de comunicação é uma das mais valorizadas no mercado de trabalho atual. Pessoas que desenvolvem o autoconhecimento sabem se comunicar de forma mais efetiva, pois se sentem mais confiantes em relação às suas capacidades e aprendem a identificar as próprias reações e as reações dos outros em uma situação social.

Descobrir onde quer chegar

O autoconhecimento é fundamental em qualquer planejamento pessoal. Sem conhecer seus interesses e potencialidades, você tem dificuldade para definir objetivos e traçar caminhos profissionais. Para crescer profissionalmente é preciso estabelecer metas e saber como conquistá-las.

Profissionais com um bom autoconhecimento têm metas bastante claras e conseguem definir exatamente o que fazer para obtê-las. É mais fácil focar apenas em cargos que tenham sentido na sua caminhada profissional, o que enriquece o currículo e os aproxima da função que almejam para o futuro.

Como melhorar o autoconhecimento?

Depois de se convencer das vantagens do autoconhecimento para o sucesso profissional, você pode exercitar essa habilidade na sua vida. Veja algumas dicas que ajudam a potencializar seu conhecimento sobre si mesmo:

Tire um tempo para si

Para aprofundar o autoconhecimento você precisa de tempo. Reserve alguns momentos da sua rotina para avaliar o que passou e como você se sentiu sobre os últimos acontecimentos. Vale pensar em como se saiu em uma reunião de trabalho, quais foram as atividades que você mais gostou de fazer na semana e quais foram suas dificuldades, por exemplo.

Além de refletir sobre o que acontece no presente, tente avaliar sua carreira como um todo. Faça uma lista dos seus gostos e interesses profissionais e relembre sua caminhada até aqui. Faça um resumo das experiências que teve e identifique o que cada uma contribuiu para sua vida. Pense sobre o que foi bom e o que poderia ser melhorado nos seus trabalhos anteriores.

É preciso também olhar para o futuro: o que você quer para a sua carreira? Quais são os seus planos a partir do seu cargo atual? Questione se a função que você ocupa hoje está de acordo com os seus objetivos profissionais ou se será necessário retomar outras rotas. Talvez você precise buscar uma nova graduação ou outros cursos que facilitem uma mudança na carreira.

Tirar um tempo para si mesmo ajuda a perceber seus desejos, necessidades e motivações. Esses aspectos são essenciais para você tomar decisões mais conscientes. Sabendo de tudo isso, fica mais fácil definir metas e planejar a realização delas.

Outro benefício dessa atitude é descansar o corpo e silenciar a mente. Dessa forma, você desacelera a rotina e conquista mais qualidade de vida. Ter momentos de tranquilidade também é muito importante para manter a saúde e garantir o rendimento no trabalho.

 

Identifique suas qualidades e defeitos

Enquanto estiver pensando sobre as suas experiências anteriores e atuais, liste todos os seus pontos fortes e fracos. Reflita sobre a sua linha do tempo profissional e identifique aquelas dificuldades que você já conseguiu melhorar nas suas experiências e outras que ainda precisam ser trabalhadas.

Muitos pontos negativos que nós temos no começo da carreira acabam se tornando potencialidades depois que determinada experiência profissional nos faz crescer. Por isso, o autoconhecimento é fundamental. Afinal, você só pode superar as dificuldades que reconhece. Ter a humildade de buscar melhorias é o que vai fazer você se destacar profissionalmente.

Converse com seus colegas e líderes

Às vezes não é tão fácil falar de si mesmo ou identificar aspectos da própria personalidade. As pessoas que convivem com você podem ser uma ótima fonte de pesquisa para isso. Comece pensando sobre o que seus amigos e colegas de trabalho costumam falar de você — tanto aspectos positivos quanto negativos.

Também é possível levantar informações pensando sobre o que costumam pedir para você no trabalho. Além das tarefas que normalmente são delegadas para a sua função, as pessoas costumam requisitar ajuda a você sobre algum assunto? Talvez dicas de planejamento, informações tecnológicas ou mesmo conselhos pessoais, por exemplo.

Por fim, o seu chefe, com certeza, tem muitas percepções sobre o seu perfil profissional. Conversar com ele pode elucidar aspectos que você não reconhece na sua personalidade. Pedir feedback sobre a sua atuação e o seu relacionamento com a equipe é uma ótima forma de saber o que você pode fortalecer e o que precisa melhorar.

Busque um profissional

Se você quer alavancar sua carreira por meio do autoconhecimento, vale a pena contratar um profissional que trabalhe diretamente com isso. O serviço de um psicólogo ou de um coach pode ajudar você a se enxergar melhor e fazer um planejamento de carreira mais focado.

Para pessoas que sentem necessidade de um processo que também envolva questões pessoais, a terapia é a mais indicada. Já para quem quer focar no âmbito profissional e quer ajuda para colocar os sonhos no papel e definir metas, o processo de coaching é a melhor opção.

Agora você sabe que é possível usar o autoconhecimento para o sucesso profissional. Especialize-se no conhecimento sobre si mesmo e enriqueça sua caminhada na carreira. Saber quem você é e onde quer chegar é essencial para alcançar os seus sonhos.

Gostou do texto? Tem alguma dúvida sobre o assunto ou quer compartilhar suas experiências? Deixe um comentário logo abaixo!

Trabalho, carreira e profissão: qual a diferença?

Você sabe a diferença entre trabalho, carreira e profissão? Apesar de, geralmente, utilizarmos os três como sinônimos, cada um tem o seu próprio significado. Duas pessoas, por exemplo, podem ter a mesma profissão e seguir carreiras bem distintas.

Ficou confuso? Neste post, explicaremos o conceito de cada um dos termos e ainda daremos dicas para ajudar no planejamento do seu futuro profissional. Continue lendo!

O que é trabalho?

Uma atividade ou conjunto de atividades exercidas por uma pessoa ou um coletivo em prol de um objetivo. Essa é a definição de trabalho. Em uma empresa, por exemplo, é o esforço realizado pelos funcionários de uma organização para desenvolver o negócio. É por meio do trabalho que os indivíduos conseguem se realizar profissionalmente e constroem sua carreira.

Também, é importante diferenciar o conceito de trabalho da definição de emprego, que é uma parte mais burocrática na relação entre o empregado e o empregador. Nele, é celebrado um contrato que determina uma compensação monetária pelas atividades realizadas pelo funcionário. Ou seja, em um emprego, você recebe pelo seu trabalho.

Qual é a definição de profissão?

Quando falamos de profissão, estamos nos referindo ao tipo de trabalho que você decidiu fazer. Para isso, é preciso duas coisas principais: estudo e prática. Ao escolher uma profissão, geralmente, a pessoa determina uma área de atividade em que passará um bom tempo trabalhando e se especializando.

Ter uma profissão permite que você conquiste espaço no mercado de trabalho e tenha uma ocupação que gere renda para suprir suas necessidades. Normalmente, para exercer uma profissão, é necessário adquirir conhecimentos específicos a partir — principalmente — de cursos técnicos ou superiores, assim como vivência naquele campo. Advogado, médico, administrador e professor são alguns exemplos de profissões.

O que é carreira?

Já a carreira é o caminho que você decidiu trilhar em sua vida profissional. Isso envolve suas metas e também os desejos para o futuro. Aqui, é importante frisar que, a partir de uma profissão, é possível seguir diferentes carreiras.

Alguém que fez um curso superior de Administração, por exemplo, pode escolher trabalhar na gestão de uma organização internacional ou seguir a área acadêmica e se tornar professor universitário. Além dessas possibilidades, pode ainda voltar seus conhecimentos para abertura de uma empresa, por exemplo.

A carreira que você vai seguir dependerá do estilo de vida e do tipo de atuação que você deseja ter. Não é obrigatório desenvolver uma trajetória na sua área de formação inicial, é possível, inclusive, mudar de carreira e fazer um novo plano mesmo depois dos 30 anos.

Para direcionar sua carreira, pense no que você pretende conquistar a longo prazo. Reflita quais são suas motivações e o que lhe traria um sentido de crescimento e realização. A partir dos seus interesses e habilidades, você conseguirá definir um plano para sua carreira e manter o foco nas suas metas profissionais.

 

perfil-empreendedor

 

Dicas para fazer um planejamento de carreira

De maneira simples, o planejamento de carreira é um conjunto de objetivos estipulados a partir de uma análise das oportunidades, que incluem refletir sobre o que já foi conquistado até o momento e o que ainda pode ser alcançado.

Para isso, é importante fazer uma reflexão profunda sobre si mesmo e estabelecer metas bem definidas que servirão como um guia para o seu crescimento profissional. Assim, você aumenta as chances de sucesso no campo em que deseja atuar. Confira abaixo 5 sugestões para fazer um plano de carreira eficiente!

1. Conheça seu perfil

Não dá para criar um planejamento sem se conhecer. Invista em autoconhecimento e descubra quais são os seus pontos fortes e fracos. Entenda quais são os seus desejos e perceba quem você é e quem você gostaria de ser daqui a alguns anos. Reflita sobre o seu perfil profissional.

Quais são as suas características? Você tem um perfil empreendedor? Gosta da liderança ou prefere ficar nos bastidores da equipe? Quais são suas principais competências e aptidões? A compreensão de quem você é e o que deseja é fundamental para criar o seu plano de carreira.

2. Defina objetivos

O que você espera do seu futuro profissional? Essa pergunta vai servir de base para começar a planejar sua trajetória no mercado de trabalho. Se você já conhece suas características e sabe onde quer chegar, é hora de determinar seus objetivos.

No entanto, para evitar insatisfação, estabeleça metas realistas e bem definidas. Pense, também, de que forma você pode alcançar os seus objetivos e não esqueça de fazer uma revisão periódica desses propósitos. Às vezes, surgem oportunidades que não imaginávamos e pode ser que daqui a um tempo eles não façam mais sentido. Ainda assim, esses objetivos servem como um guia e lhe ajudarão a continuar focado no que você deseja.

3. Estabeleça prazos

Não basta definir objetivos, você também precisa estipular prazos para conquistá-los. Então, estabeleça datas para a realização de cada meta do seu planejamento. Considere o tempo necessário para alcançá-los e reflita sobre o que você precisará para completar cada etapa.

Para começar, veja quais objetivos só dependem de você e foque suas ações neles. As metas que dependem de outras pessoas podem ser mais difíceis de se tornar realidade, mas não desanime!

4. Adquira habilidades

Agora que você já sabe o que quer, o passo a seguir é descobrir o que é preciso para chegar lá. Quais são as competências necessárias? Existe alguma habilidade que você precisa melhorar? Tem alguma capacidade que ainda precisa adquirir? Falta conhecimento em gestão ou em comunicação? Não sabe alguma ferramenta específica?

Identifique o que precisa aprender e desenvolva as habilidades que são importantes para alcançar o seu sonho. Assim, você estará mais perto de fazer o seu planejamento se tornar realidade.

5. Tenha paciência

Em todo percurso existem obstáculos a serem transpassados. Por isso, mantenha a calma se as coisas não saírem como o esperado. Foque em uma meta de cada vez e não deixe de comemorar suas conquistas. Lembre, também, que fracassos são comuns na carreira de qualquer profissional.

Assim, esteja pronto para os desafios que vão surgir e continue focado no seu plano. Não tenha medo de recomeçar e continuar tentando. Com persistência e um bom planejamento de carreira, é possível atingir os seus objetivos.

Gostou desse texto? Então, assine nossa newsletter e receba conteúdos sobre carreira e profissão diretamente no seu e-mail!

Crise dos 30: como lidar com a insatisfação profissional

Depois dos primeiros anos de carreira, é comum que os profissionais se sintam desmotivados e com alguma limitação de energia. Conhecida como crise dos 30, essa fase é marcada pela insatisfação pessoal e profissional, motivada pela pressão pelo sucesso esperado daqueles que atingem os 30 anos.

O desejo crescente de ter mais tempo para a família, para viajar ou mesmo para investir, não ter alcançado o auge da carreira ou a própria independência financeira são apenas alguns fatores que acabam agravando a situação.

A boa notícia é que essa é apenas uma fase e, com a ajuda de algumas técnicas, pode se tornar a guinada tão esperada para a sua carreira e para a sua vida pessoal. Descubra agora mesmo como lidar com a insatisfação e superar a crise dos 30!

Quais suas causas?

Como você já deve ter percebido, esse conflito interno pode ser desencadeado por uma série de fatores. Vamos conhecer alguns deles?

Carreira estagnada

O conforto de uma função já conhecida, ter uma rotina definida e conquistar estabilidade financeira podem ser armadilhas que levam a uma carreira estagnada. Quando as atividades no trabalho se tornam um hábito e atingir os resultados que a liderança espera já não são mais desafios, é preciso tomar cuidado para não entrar em um ciclo de combate à sua criatividade e motivação.

Ter o salário depositado na conta bancária ao fim do mês pode até ser um bom fator motivador, porém, não trará emoção suficiente para a sua vida profissional. Por isso, é preciso buscar o desenvolvimento constante e as novas oportunidades.

Que tal conferir algumas dicas para movimentar a sua carreira? Você pode:

  • assumir riscos e enfrentar pequenas mudanças ou desafios diários;
  • começar um novo curso de especialização ou idioma;
  • diversificar os grupos com os quais você interage;
  • empreender dentro da própria empresa;
  • ir além do que a sua função determina.

Vida pessoal e profissional em descompasso

Outra causa bastante frequente do desencadeamento da crise dos 30 é a falta de sincronia entre a vida pessoal e a profissional. É preciso buscar o equilíbrio entre ambas e, ao mesmo tempo, fazer com que elas se complementem. Afinal, ter uma vida profissional que não condiz com os seus sonhos pessoais é um atalho perfeito para a insatisfação!

O passo mais importante para alinhar esses dois pilares é o autoconhecimento. É a partir dele que você terá condições de estabelecer objetivos que sejam coerentes com a pessoa e o profissional que você é. Assim, alcançar uma meta profissional não é gratificante apenas pela realização, mas porque também aproxima você do seu propósito de vida.

Poucas chances de alcançar postos de chefia

Não conseguir escalar a hierarquia da empresa é uma condição bastante frustrante, não é mesmo? Ainda mais se a empresa não possui um plano de carreira ou se o seu chefe não parece muito receptivo à ideia de uma promoção.

Uma dica bastante válida, principalmente para quem trabalha em uma empresa sem um plano de carreira definido, é conversar com o seu supervisor sobre a sua preparação para receber uma promoção. Se dispor para traçar uma qualificação profissional pode ser uma forma proativa de demonstrar o interesse pelo seu crescimento!

Dúvidas sobre a escolha profissional

A escolha profissional tem tudo a ver com quem você é quando não está no trabalho. Se essas duas esferas da sua vida não estão andando juntas, é melhor repensar seus caminhos. É normal que próximo dos 30 anos você comece a questionar as suas escolhas, se elas foram e serão o melhor para você sob vários aspectos, inclusive financeiramente.

É importante reconhecer os motivos que levaram você até sua vida atual, desde os empregos que você teve até as pessoas com quem escolheu interagir no happy hour.

Por quê? Porque isso o ajudará a encontrar quem você realmente é e o que busca com a sua escolha profissional. Além, é claro, de apontar se você está ou não caminhando em direção aos seus sonhos.

É preciso avaliar: o seu trabalho realmente não deu oportunidades para que você impulsionasse a sua carreira, ou você simplesmente já não tem interesse em se dedicar à área em que você atua?

Quais são os sintomas?

O sucesso se torna algo bem mais simples para quem entende a seguinte dinâmica: quanto mais feliz e satisfeito você trabalha, melhor realiza as suas funções, gerando mais renda e conquistando maior estabilidade financeira e bem-estar. É um ciclo!

Por isso, não se trata apenas de escolher uma profissão que “dê dinheiro”, mas, sim, de escolher algo que gere prazer e satisfação sempre que você o realizar. Quanto mais disposto você estiver para fazer com que as coisas funcionem, melhor serão os seus resultados.

Assim, de nada adianta um emprego cuja remuneração é excelente, se você chega em casa exausto e sem motivação para aproveitar um tempo com a sua família.

Os sintomas são relativamente simples e estão quase todos ligados a questionamentos como:

  • “A minha profissão é fruto dos meus sonhos e das minhas aspirações, ou apenas dos desejos alheios?”
  • “Essa é a área na qual quero atuar quando estiver com 40 anos?”
  • “Conseguirei alcançar minha independência financeira seguindo esse emprego?”
  • “Eu sou feliz e realizado atuando nessa área?”
  • “Estou no mesmo estágio profissional que a média de pessoas da minha idade?”
  • “Minha profissão vai me permitir aproveitar a vida e prezar pelo meu bem-estar?”

 

 

Se você identificou alguma dessas perguntas de forma recorrente na sua vida, não se preocupe. Separamos as melhores formas de superar essa fase!

Como enfrentar a crise dos 30?

A tão temida crise dos 30 bateu à porta. E agora? Não se desespere! Esse pode ser o momento ideal de despertar a sua carreira e dar aquela guinada profissional. Quer saber como?

Experimente o coaching

O coaching é um método de ressignificação de objetivos pessoais e profissionais para auxiliar na busca por propósitos consistentes, que sejam capazes de gerar satisfação e, ao mesmo tempo, resultados.

Sua função é disponibilizar uma série de questionamentos e ferramentas, a fim de identificar quais são os comportamentos que podem estar sabotando a sua performance. O coaching ajuda a:

  • organizar o seu tempo;
  • estabelecer prioridades;
  • trabalhar em equipe;
  • pedir ajuda ao executar tarefas;
  • escutar as pessoas;
  • estabelecer bem-estar social;
  • cuidar da sua saúde​;
  • buscar autoconhecimento.

Invista na sua formação

Uma ótima forma para alçar novos voos dentro da sua empresa ou mesmo para conseguir uma recolocação profissional é investir na sua formação. Buscar conhecimento é uma das maneiras mais eficazes para se reencontrar e descobrir como desempenhar suas tarefas de forma satisfatória para a empresa e para você mesmo.

Pense além do óbvio, invista na diversificação do seu conhecimento e torne-se um profissional multifuncional, capaz de se destacar em qualquer atividade. Busque formas de se qualificar, seja por meio de cursos profissionalizantes ou mesmo de uma pós-graduação.

Aprenda um novo idioma, estude a criatividade, aprenda sobre relacionamentos interpessoais. Ainda que pareçam áreas distintas, em algum momento elas se complementarão, fazendo de você um profissional diferenciado.

Aposte em empreendedorismo

Se, mesmo assim, você ainda sente que não é o suficiente para dar aquela virada no jogo, então considere a possibilidade de apostar em empreendedorismo! Se você sente uma motivação especial por identificar problemas e oportunidades e consegue alocar recursos para resolvê-los, o empreendedorismo é feito para você.

Algumas pessoas só conseguem se sentir felizes e realizadas ao perceber que suas atividades resultam em mudanças e geram impactos positivos no ambiente em que estão inseridas. Se você se identifica com essa necessidade, talvez esteja na hora de considerar investir no seu próprio empreendimento.

A crise dos 30 é uma angústia real para inúmeras pessoas que chegam a essa fase da vida. O mais importante é identificá-la e tomar as melhores providências para lidar com ela. Agora que você já conhece um pouco mais sobre este assunto, que tal curtir a nossa página no Facebook e ficar por dentro de todas as novidades?

 

perfil-empreendedor