transformamos a vida de milhares de jovens através da educação.

Everton Sabú
Fundador

Junte-se a Nós nesta missão!

Como empreender e cuidar da família? Descubra!

Conciliar trabalho e família não é tarefa simples. Para quem é dono do próprio negócio, isso pode ser ainda mais complexo. Ao mesmo tempo, empreender é uma ótima opção para quem tem filhos, visto que traz mais flexibilidade para cuidar dos familiares.

Mesmo que a dedicação ao trabalho não diminua quando você é o seu próprio chefe, ter o privilégio de organizar os seus horários e atividades ajuda na conciliação entre a carreira e a família.

Quer saber como empreender sem abrir mão da qualidade do seu relacionamento familiar? Veja as dicas especiais que separamos!

Tenha uma rotina planejada

Não poderíamos começar de outra forma! Ter organização é o primeiro passo para realizar qualquer atividade de forma satisfatória. Quando a tarefa é coordenar dois mundos distintos, o planejamento é uma ferramenta indispensável — principalmente para quem trabalha por conta própria.

Saber gerir o tempo é fundamental. Planeje as suas ações rotineiras, tanto na empresa quanto em casa. Estabeleça os horários que você dedica ao trabalho e as atividades que realiza na família. Se você pega os seus filhos na escola diariamente, por exemplo, deve incluir isso na sua organização.

A ideia é que consiga ver todas as atividades da sua rotina semanal, assim como o tempo que dedica a cada uma. Dessa forma, é possível identificar dificuldades, programar mudanças e aproveitar melhor as horas do dia. Colocando esse plano no papel, você vai ter certeza das parcelas de tempo que dedica ao trabalho e à sua casa.

Para conciliar a empresa e a família, todo empreendedor precisa também de organização financeira. Nem todo o dinheiro que o seu negócio movimenta é lucro, por isso é importante ter controle do orçamento doméstico para evitar gastos que comprometam o capital da empresa.

Saiba dividir a vida profissional e a pessoal

Sabemos que, para quem tem o próprio negócio, seguir essa dica é uma verdadeira missão. Muitas vezes, as atividades da empresa se misturam à sua vida familiar, e o resultado é muito trabalho sendo realizado em casa, em horários em que a família esperava aproveitar um pouco da sua companhia.

Para aprender como empreender sem deixar a vida pessoal de lado, dividir as duas rotinas é essencial. Claro que não falamos de uma divisão rígida. Afinal, um dos benefícios de dirigir o próprio negócio é a flexibilidade dos horários.

É possível deixar o trabalho de lado para acompanhar um familiar em uma consulta, assim como você pode precisar estender o seu horário na empresa algum dia. A questão é não fazer disso algo cotidiano, de forma que nem você nem a sua família saibam qual é, de fato, o seu horário de trabalho.

Portanto, ao planejar as suas atividades, saiba a hora de parar de trabalhar. O equilíbrio deve ser a principal meta. Embora seja desafiador, isso é necessário para a sua saúde pessoal e familiar. Até mesmo a empresa se beneficia, já que você pode trabalhar mais organizado e descansado.

 

perfil-empreendedor

 

Delegue tarefas

Para conquistar o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, você não deve trabalhar sozinho. Delegar tarefas é uma aprendizagem muito importante e pode ser colocada em prática tanto no trabalho quanto em casa.

Na empresa, tenha profissionais qualificados e de confiança, que você possa treinar para ações estratégicas. Contar com pessoas assim evita que se sobrecarregue. Para empreendedores cujos negócios já estão maduros, há a possibilidade de aumentar o número de funcionários para conseguir passar mais tempo em casa.

A mesma ideia vale para a organização das atividades domésticas. Nem tudo precisa ser responsabilidade sua. Talvez valha a pena contratar serviços para o que não puder ser dividido entre os familiares (ter uma diarista para limpar a casa ou um serviço de van para deixar as crianças na escola, por exemplo).

Além disso, os seus filhos podem participar da divisão de tarefas — desde que elas sejam condizentes com a idade de cada um. Também pode depender deles a programação do que vocês farão no fim de semana. Assim, vocês podem curtir bons momentos em família. Que tal?

Faça bom uso da tecnologia

As soluções tecnológicas estão aí para facilitar a nossa rotina. Com elas, você pode estar presente na rotina da sua família mesmo durante o horário de trabalho.

Mantenha canais de comunicação com os seus familiares, seja realizando ligações nos intervalos da empresa, seja utilizando aplicativos de mensagens e redes sociais. Isso pode fazer a diferença na qualidade das suas relações.

Não é incomum que o empreendedor se deixe levar pelos desafios e acabe esquecendo compromissos familiares. Para evitar esse risco, você pode usar o calendário do celular ou algum aplicativo para inserir os compromissos e programar um lembrete.

Além disso, os recursos tecnológicos podem ser muito úteis também para o trabalho. Alguns aplicativos de agenda auxiliam naquela tarefa de planejar a rotina, por exemplo. Também é possível fechar negócios e realizar reuniões pela internet, permitindo que você trabalhe de casa, algumas vezes.

Reconheça o valor da sua família

Gerir o próprio negócio não é fácil. Dedicar-se a ele e vê-lo crescer é um grande motivador, mas você não pode perder de vista que a sua família é a razão de tudo. Afinal, não faria sentido tanto esforço na empresa se não fosse para garantir boas condições de vida para os seus familiares, não é?

Assim, não vale a pena transformar o trabalho na maior prioridade, deixando a família de lado. É importante encarar a sua vida pessoal com a mesma responsabilidade que você dedica à empresa. O seu casamento e os seus filhos também precisam de atenção e esforço.

Além disso, os momentos em família alimentam e fortalecem você para a rotina de trabalho. Fica mais fácil se concentrar na empresa quando você vive momentos de descanso e lazer com as pessoas que ama. Esse equilíbrio torna a rotina mais saudável e produtiva.

Neste texto, você recebeu ótimas dicas sobre como empreender e cuidar da família ao mesmo tempo. Com organização e compromisso, é possível conciliar a vida pessoal e profissional da melhor forma. O amor e o incentivo dos seus familiares, com certeza, impulsionam o sucesso do seu negócio!

O que achou dessas informações? Tem outra dica para compartilhar? Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário no post!

Saiba como tomar decisões difíceis no trabalho

Na vida, nós estamos tomando decisões importantes a cada momento. Para chegar ao patamar profissional no qual você está hoje, com certeza muitas escolhas foram realizadas durante essa caminhada.

Quando é preciso tomar decisões que envolvam o trabalho e a família, as coisas podem ficar mais complexas. Afinal, são dois contextos muito importantes na vida de todos nós. Diante de escolhas difíceis, é normal se sentir confuso e até ansioso. Mas com atitudes simples você pode manter a calma e ter segurança na escolha. Veja nossas dicas!

Faça um planejamento estratégico pessoal

Nenhuma grande escolha nasce do vazio. Para tomar decisões, nós nos remetemos ao que conhecemos da realidade e ao que queremos para o futuro. Por isso, ter um planejamento pessoal é uma estratégia para estar sempre preparado para reavaliar caminhos e fazer novas escolhas.

Não é produtivo viver sem estabelecer propósitos, principalmente em relação à carreira. É importante traçar metas e ter planos em curto e longo prazo. Assim, você tem mais elementos para avaliar as necessidades e embasar decisões importantes.

Todo planejamento estratégico começa pelo diagnóstico da sua condição atual. Praticar o autoconhecimento e a autoanálise é o primeiro passo. Depois, você deve refletir sobre seus desejos futuros. Lembre-se de incluir não só aspirações profissionais, mas também as necessidades da sua vida pessoal e familiar. É preciso integrar esses contextos e buscar a harmonia entre eles.

Tenha foco naquilo que deseja

Depois de traçar um planejamento estratégico para a sua vida, é importante manter o foco nos objetivos. Para cada meta, é possível definir estratégias que aproximem você da realização. Saber o que quer e concentrar-se nessa conquista é um fator importante na hora de tomar decisões.

Algumas escolhas podem auxiliar na sua caminhada ou distanciar você das próprias metas. Para saber o que decidir, é preciso estar centrado nos seus desejos e possibilidades. Quem tem clareza dos seus objetivos consegue pesar os prós e contras mais tranquilamente, tomando decisões mais efetivas.

Uma oportunidade aparentemente benéfica pode esconder escolhas muito difíceis. Por exemplo, se o seu desejo é deixar o emprego atual e começar a empreender, receber uma proposta de promoção na empresa coloca você diante de um conflito. Ter foco no que planejou anteriormente ajuda nessa tomada de decisão.

Separe um tempo para pensar

Evite tomar decisões precipitadas. Geralmente, as escolhas feitas com rapidez trazem mais risco de arrependimento futuro. Definir caminhos na profissão e na vida pessoal é algo importante, por isso, dê tempo ao tempo.

Mesmo que a pressão esteja grande e você não possa dedicar muitos dias ou semanas para pensar no assunto, encontre tempo de qualidade no período que você tem disponível. Vá para um ambiente calmo, reflita sobre suas opções e busque a melhor escolha.

Informe sua decisão final apenas quando sentir que teve tempo suficiente para pensar sobre ela. Além disso, procure conversar apenas com pessoas diretamente envolvidas na escolha ou com quem você acha que pode ajudar efetivamente. Buscar muitas opiniões pode deixar você mais confuso e dificultar esse momento.

Organize seus pensamentos

Aliada à pressa, a ansiedade é outro fator que atrapalha na hora de tomar decisões difíceis. Diante de uma escolha complexa, nossa mente tende a se sobrecarregar. Por um lado, isso ajuda a levantar mais informações sobre o problema e pensar mais rápido. Por outro, o excesso de tensão é um fator negativo.

Assim, procure acalmar seus pensamentos e organizá-los. Saber lidar com a pressão é uma aprendizagem necessária no mundo corporativo de hoje. Por isso, o ideal é não se deixar levar pelo estresse do momento, mas tentar concentrar-se em pensamentos produtivos.

Além de organizar a mente, reconheça também a sua intuição. Nem todas as decisões são puramente racionais. Na verdade, o fator emocional pesa muito nas nossas escolhas, principalmente quando elas afetam questões profissionais e familiares.

Se sentir necessidade, faça exercícios de respiração e meditação, a fim de se conectar melhor com seus sentimentos e pensamentos.

 

 

Pese as vantagens e desvantagens de cada opção

Sabe aquelas famosas listas de prós e contras? Elas continuam sendo uma das estratégias mais eficazes na hora de tomar decisões complexas. Colocar tudo no papel torna os fatores mais concretos, possibilitando maior consciência do processo de escolha.

Muitas vezes, certas vantagens ou desvantagens só são lembradas quando paramos para escrever. Além disso, é sempre importante lembrar que cada escolha representa uma (ou várias) renúncia. Ter clareza do que é deixado de lado também é fundamental no processo de escolha, evitando arrependimentos.

Toda decisão tem aspectos positivos e negativos — é a balança dos dois que vai fazer com que você chegue a uma opção consciente e segura.

Saiba como conversar e lidar com os familiares

Ter uma relação harmônica na família é fundamental tanto para a sua saúde pessoal quanto para o seu trabalho. É importante lembrar que a carreira não pode ser a prioridade absoluta, a ponto de deixar os familiares de lado. Afinal, eles são a razão de você sair todos os dias para trabalhar.

Por isso, valorize sua família e construa um relacionamento saudável e prazeroso com ela. Preze para que os familiares participem de suas decisões, por mais difíceis que sejam. Pode parecer complicado, mas, se todos souberem conversar, eles podem ser de grande ajuda nos seus processos de escolha.

Se você precisa tomar uma decisão que vai afetar sua dinâmica familiar, mas que você considera produtiva, não esconda nada deles. Dialogue, argumente, apresente alternativas para diminuir o impacto da mudança na rotina e, então, peça o companheirismo de todos.

Para lidar com a família, o respeito e o diálogo são essenciais. É importante saber ouvir a todos e aprender a se expressar da melhor forma, evitando mal entendidos e conflitos desnecessários. Além disso, as conversas não devem se limitar a momentos de pressão — busque construir uma boa convivência, fazendo refeições juntos, se divertindo em grupo e compartilhando o dia a dia de cada um.

Muitas vezes precisamos tomar decisões difíceis no trabalho, sobretudo quando envolvem também a vida familiar. Embora não seja um processo simples, fazer escolhas é algo que nos faz crescer e nos coloca diante do que queremos para o futuro. Com essas dicas, você pode passar por esse momento de maneira mais tranquila.

Que tal pensar um pouco mais nas escolhas que você faz para a sua carreira? Leia nosso texto sobre como lidar com a insatisfação profissional!

Trabalho, carreira e profissão: qual a diferença?

Você sabe a diferença entre trabalho, carreira e profissão? Apesar de, geralmente, utilizarmos os três como sinônimos, cada um tem o seu próprio significado. Duas pessoas, por exemplo, podem ter a mesma profissão e seguir carreiras bem distintas.

Ficou confuso? Neste post, explicaremos o conceito de cada um dos termos e ainda daremos dicas para ajudar no planejamento do seu futuro profissional. Continue lendo!

O que é trabalho?

Uma atividade ou conjunto de atividades exercidas por uma pessoa ou um coletivo em prol de um objetivo. Essa é a definição de trabalho. Em uma empresa, por exemplo, é o esforço realizado pelos funcionários de uma organização para desenvolver o negócio. É por meio do trabalho que os indivíduos conseguem se realizar profissionalmente e constroem sua carreira.

Também, é importante diferenciar o conceito de trabalho da definição de emprego, que é uma parte mais burocrática na relação entre o empregado e o empregador. Nele, é celebrado um contrato que determina uma compensação monetária pelas atividades realizadas pelo funcionário. Ou seja, em um emprego, você recebe pelo seu trabalho.

Qual é a definição de profissão?

Quando falamos de profissão, estamos nos referindo ao tipo de trabalho que você decidiu fazer. Para isso, é preciso duas coisas principais: estudo e prática. Ao escolher uma profissão, geralmente, a pessoa determina uma área de atividade em que passará um bom tempo trabalhando e se especializando.

Ter uma profissão permite que você conquiste espaço no mercado de trabalho e tenha uma ocupação que gere renda para suprir suas necessidades. Normalmente, para exercer uma profissão, é necessário adquirir conhecimentos específicos a partir — principalmente — de cursos técnicos ou superiores, assim como vivência naquele campo. Advogado, médico, administrador e professor são alguns exemplos de profissões.

O que é carreira?

Já a carreira é o caminho que você decidiu trilhar em sua vida profissional. Isso envolve suas metas e também os desejos para o futuro. Aqui, é importante frisar que, a partir de uma profissão, é possível seguir diferentes carreiras.

Alguém que fez um curso superior de Administração, por exemplo, pode escolher trabalhar na gestão de uma organização internacional ou seguir a área acadêmica e se tornar professor universitário. Além dessas possibilidades, pode ainda voltar seus conhecimentos para abertura de uma empresa, por exemplo.

A carreira que você vai seguir dependerá do estilo de vida e do tipo de atuação que você deseja ter. Não é obrigatório desenvolver uma trajetória na sua área de formação inicial, é possível, inclusive, mudar de carreira e fazer um novo plano mesmo depois dos 30 anos.

Para direcionar sua carreira, pense no que você pretende conquistar a longo prazo. Reflita quais são suas motivações e o que lhe traria um sentido de crescimento e realização. A partir dos seus interesses e habilidades, você conseguirá definir um plano para sua carreira e manter o foco nas suas metas profissionais.

 

perfil-empreendedor

 

Dicas para fazer um planejamento de carreira

De maneira simples, o planejamento de carreira é um conjunto de objetivos estipulados a partir de uma análise das oportunidades, que incluem refletir sobre o que já foi conquistado até o momento e o que ainda pode ser alcançado.

Para isso, é importante fazer uma reflexão profunda sobre si mesmo e estabelecer metas bem definidas que servirão como um guia para o seu crescimento profissional. Assim, você aumenta as chances de sucesso no campo em que deseja atuar. Confira abaixo 5 sugestões para fazer um plano de carreira eficiente!

1. Conheça seu perfil

Não dá para criar um planejamento sem se conhecer. Invista em autoconhecimento e descubra quais são os seus pontos fortes e fracos. Entenda quais são os seus desejos e perceba quem você é e quem você gostaria de ser daqui a alguns anos. Reflita sobre o seu perfil profissional.

Quais são as suas características? Você tem um perfil empreendedor? Gosta da liderança ou prefere ficar nos bastidores da equipe? Quais são suas principais competências e aptidões? A compreensão de quem você é e o que deseja é fundamental para criar o seu plano de carreira.

2. Defina objetivos

O que você espera do seu futuro profissional? Essa pergunta vai servir de base para começar a planejar sua trajetória no mercado de trabalho. Se você já conhece suas características e sabe onde quer chegar, é hora de determinar seus objetivos.

No entanto, para evitar insatisfação, estabeleça metas realistas e bem definidas. Pense, também, de que forma você pode alcançar os seus objetivos e não esqueça de fazer uma revisão periódica desses propósitos. Às vezes, surgem oportunidades que não imaginávamos e pode ser que daqui a um tempo eles não façam mais sentido. Ainda assim, esses objetivos servem como um guia e lhe ajudarão a continuar focado no que você deseja.

3. Estabeleça prazos

Não basta definir objetivos, você também precisa estipular prazos para conquistá-los. Então, estabeleça datas para a realização de cada meta do seu planejamento. Considere o tempo necessário para alcançá-los e reflita sobre o que você precisará para completar cada etapa.

Para começar, veja quais objetivos só dependem de você e foque suas ações neles. As metas que dependem de outras pessoas podem ser mais difíceis de se tornar realidade, mas não desanime!

4. Adquira habilidades

Agora que você já sabe o que quer, o passo a seguir é descobrir o que é preciso para chegar lá. Quais são as competências necessárias? Existe alguma habilidade que você precisa melhorar? Tem alguma capacidade que ainda precisa adquirir? Falta conhecimento em gestão ou em comunicação? Não sabe alguma ferramenta específica?

Identifique o que precisa aprender e desenvolva as habilidades que são importantes para alcançar o seu sonho. Assim, você estará mais perto de fazer o seu planejamento se tornar realidade.

5. Tenha paciência

Em todo percurso existem obstáculos a serem transpassados. Por isso, mantenha a calma se as coisas não saírem como o esperado. Foque em uma meta de cada vez e não deixe de comemorar suas conquistas. Lembre, também, que fracassos são comuns na carreira de qualquer profissional.

Assim, esteja pronto para os desafios que vão surgir e continue focado no seu plano. Não tenha medo de recomeçar e continuar tentando. Com persistência e um bom planejamento de carreira, é possível atingir os seus objetivos.

Gostou desse texto? Então, assine nossa newsletter e receba conteúdos sobre carreira e profissão diretamente no seu e-mail!